• Agrobid

ABIMAQ prevê crescimento de 5% para o setor

Updated: Dec 9, 2021

Ano de 2021 é o melhor dos últimos 20 anos, com aumento de 40% nas vendas de maquinário



Acompanhando o ritmo de crescimento das áreas de cultivo pelo país, o setor de máquinas agrícolas aumentou as vendas em 40%. Segundo Pedro Estevão, presidente da Câmara de Máquinas Agrícolas da ABIMAQ (Associação Brasileira da Indústria de Máquinas e Equipamentos), o ano de 2021 é o melhor dos últimos 20 anos para o setor. “Toda vez que você cresce a área, você tem que comprar mais máquinas”, disse o executivo.


Alta demanda - Com essa venda fora do comum, as carteiras (ou filas de entrega) de maquinário estão aumentando. Estevão explica que a média, atualmente, é de 90 dias de espera. A expectativa é de que a situação se normalize em abril de 2022. Mas, com o aumento da demanda, o setor passou a se preocupar com a falta de insumos para o ano que vem.


Falta de insumos - Um dos problemas já apontados por Estevão é a falta de matéria prima. Quando falta aço, faltam componentes de forma geral. “Certamente, se a gente estivesse com as entregas normais, teríamos entregue mais máquinas. Então parte dessa carteira é em função do atraso ou da falta de matéria prima”, disse. Para o ano que vem, a expectativa é de desafio dado ao aumento no preço dos insumos.


Perspectivas - O ano que vem terá crescimento, mas será modesto, segundo Estevão. A estimativa é de 5% para o ano de 2022. Ele explica que essa baixa expectativa se deve ao preço das commodities e ao aumento do preço dos insumos, principalmente defensivos agrícolas e fertilizantes, que caem diretamente no bolso do agricultor, influenciando em seu poder de compra para maquinário. “Mas a gente não está falando em crise, em nada de ruim. Eu diria para você que o patamar está muito alto. Veja, a gente cresceu 90% em 5 anos. É muita coisa”, disse Estevão. Outro desafio que será enfrentado pelo setor é a falta de crédito. Estevão explica que não há mais linhas de financiamento do Governo Federal. O Plano Safra começou em julho de 2021 e encerra em junho de 2022. “Se você for ao mercado, você vai encontrar juros de 13 a 15%, então isso é algo que também freia a compra de máquinas”, disse.


Oportunidade - Confira as opções de tratores disponíveis no Superbid Marketplace:






1/58