• Agrobid

A seleção genética da raça Girolando

Programa de melhoramento da raça a tornou uma das principais do Brasil




Desenvolvida no Brasil a partir de um cruzamento de gado Holandês com o Gir Leiteiro, o Girolando se tornou a principal raça produtora de leite no país.


Uma raça que se adapta em ambientes de alta temperatura, baixa umidade e responde muito bem a todos os sistemas de produção, características muito favoráveis para um animal no Brasil. Esses fatores tornaram o Girolando responsável por 80% da produção de leite no Brasil, que em 2020 produziu 35,4 bilhões de litros de leite, de acordo com o IBGE(Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística).


Evolução - O girolando teve um aprimoramento constante ao longos destes últimos anos, logicamente com as evoluções das raças mães, tanto do Holandês, quanto do Gir Leiteiro, mas também com o Programa de Melhoramento Genético da Raça Girolando (PMGG).


Seleção genética - A primeira raça a adotar a seleção genômica, desenvolvida pela Embrapa Gado de Leite, Associação Brasileira dos Criadores de Girolando e o consórcio CRV Lagoa/Zoetis, hoje o Girolando, com certeza, deve seu alto nível à seleção genética. Essa seleção para reprodução in vitro é feita com muito critério pelos pecuaristas.


A escolha das doadoras e a escolha dos touros está cada vez mais cautelosa. O objetivo dessa seletividade é que, além da produtividade, este embrião responda também na precocidade do primeiro parto e, um dos maiores desafios dos produtores de leite, diminua o intervalo entre a primeira e a segunda concepção.


Rentabilidade - A produtividade, longevidade e permanência da vaca na fazenda, adaptatividade e o curto período no intervalo de partos é o que faz a raça girolando se destacar em comparação às outras raças leiteiras quando é tópico é rentabilidade.


Oportunidade - Confira as opções de máquinas agrícolas disponíveis no Superbid Marketplace:





1/91