• Agrobid

AGRICULTURA 5.0: Saiba como a tecnologia está revolucionando o campo

Como o produtor pode ter acesso a mais tecnologias reduzindo custos e de forma sustentável foram alguns dos destaques da live do Agrobid


O trator T6 Methane Power vem equipado com a mais moderna tecnologias de telemetria e agricultura digital da New Holland. | Imagem: Divulgação New Holland.
O trator T6 Methane Power vem equipado com as tecnologias de telemetria e agricultura digital da New Holland. | Imagem: Divulgação New Holland.

Em mais um “Papo de Agro”, o Agrobid apresentou um tema fundamental para todo o produtor rural do século XXI: os desafios e avanços no acesso às novas tecnologias e a posição atual do Brasil quando o assunto é a conectividade no meio rural. Os convidados da vez para esse bate-papo foram o editor do site Notícias Agrícolas, Ericson Cunha, e a especialista em Marketing de produto da New Holland Agriculture, Sayuri Motoshima.


O produtor pode se perguntar: por que preciso desse modelo ou daquele? Como essas máquinas, aplicativos ou aparelhos me ajudarão a otimizar o meu trabalho na fazenda? Para Ericson Cunha, do Notícias Agrícolas, o cenário de compras e do uso de novas máquinas no Brasil é bastante positivo. De acordo com ele, a sazonalidade é o fator mais importante para que o produtor responda a essas questões e faça uma boa escolha. “Antes da compra de uma máquina, o produtor se preocupa com o clima e o andamento da safra. É nessa busca pela janela ideal, pelo momento certo de fazer o plantio ou a colheita, que ele vai ficar de olho nessas novas tecnologias, e são elas que vão ajudá-lo a ser mais assertivo no seu trabalho”, afirma..


Tecnologia customizada

Fazer compras e se comunicar pelo celular, acompanhar a previsão do tempo, as cotações e o andamento do mercado agrícola pela internet já é uma realidade para o produtor rural do nosso país. Para Sayuri Motoshima, da New Holland, um fator importante para as empresas que produzem novas tecnologias, antes de disponibilizarem seus produtos no mercado, é saber olhar para os vários perfis de produtor rural de hoje. “Existem aqueles que têm maior facilidade em aderir a essas novidades e estão mais adaptados ao seu uso e aqueles que precisam de mais tempo para conhecê-las e usá-las”, explica.


Ericson ainda complementa e diz que “olhar esse perfil é importante porque um produtor de pequeno porte e que vende produtos muito perecíveis, como frutas e hortaliças, provavelmente fará uso de máquinas mais simples”, complementa.



Redução de custos

Uma das ferramentas mais utilizadas no agronegócio hoje é a telemetria, que são os dados gerados no campo e que o produtor consegue monitorar do escritório ou de casa apenas utilizando o celular ou computador. “Temos um trator, por exemplo, que tem conectividade. Os dados gerados na máquina são acompanhados através de um portal na internet que vai fazer monitoramentos da frota, do funcionamento da máquina. Além disso, ele faz análise dos dados agronômicos e acompanha as performances da colheita”, comenta Sayuri.


Sustentabilidade e produção

Outra preocupação da agricultura digital é a sustentabilidade aliada à produção. Segundo Ericson Cunha, o Brasil já passa pela “revolução agrícola 4.0, com telemetria e agricultura de precisão, mas estamos caminhando para o Agro 5.0, que busca trazer não somente conectividade e modernidade, mas aliá-la aos processos mais naturais e sustentáveis com o propósito de olhar a agricultura de um plano mais geral e buscando cada vez mais assertividade, produzindo mais com menos insumos”, destaca.


Capacitação no campo

O produtor rural realmente compra as máquinas e aproveita essas tecnologias? Para Sayuri Motoshima, o que ocorre hoje “é uma mudança de mindset ou de pensamento. Aos poucos os produtores vão vendo os benefícios desses equipamentos e, ao mesmo tempo, nós vamos acompanhando esses produtores através de treinamentos e capacitações para que não só ele compre as máquinas, mas tenha segurança e saiba como usá-las”, realça.


Perspectivas para 2022

Para os entrevistados, as expectativas são as melhores possíveis para a expansão da agricultura digital, principalmente com a volta dos eventos presenciais. “Com a volta das grandes feiras agrícolas em 2022, nossa expectativa é retomar esse contato com o produtor, ter um retorno dele sobre essas novas tecnologias e saber o que eles esperam da gente”, finalizou Sayuri Motoshima.


Oportunidade

O Agrobid estará por dentro dos novos lançamentos e dos eventos que levarão aos produtores rurais o que há de mais moderno e acessível no mercado agrícola. Mas se você já pensa em investir em maquinários para a sua fazenda, clique aqui e tenha acesso à nossa loja virtual exclusiva, com os melhores tratores e implementos para o seu negócio.





1/93