• Agrobid

Farinha de sorgo pode ser benéfica para gordura no fígado

O estudo mostra que o sorgo pode ser um alimento com potencial de reverter prejuízos ocasionados pela dieta rica em gordura saturada

farinha de sorgo diminui gordura no fígado
O consumo da farinha proporcionou aumento da sensibilidade à insulina e da tolerância à glicose.| Foto: Embrapa

Pesquisa da Embrapa e da Universidade Federal de Viçosa (UFV) demonstrou que a farinha integral feita com o sorgo BRS 305, desenvolvido pela Embrapa, reduziu o acúmulo de gordura no fígado em ratos, uma condição médica conhecida como esteatose hepática. Os cientistas ainda registraram vários outros efeitos benéficos promovidos pelo alimento, como o auxílio no controle do excesso de gordura no organismo (adiposidade) e a redução de triglicérides e de ácido úrico. O sorgo também promoveu melhora na sensibilidade à insulina e na tolerância à glicose. Os animais analisados receberam dieta rica em gordura e em frutose, conhecida pela sigla HFHF.


Por que a farinha de sorgo diminui a gordura no fígado?

“Observamos que as alterações metabólicas ocasionadas pela dieta rica em gordura saturada e frutose foram revertidas pelo tratamento com a farinha do sorgo BRS 305, substituindo-se 50% das recomendações diárias de fibra alimentar, por dez semanas”, relata a professora Hercia Stampini Duarte Martino, do Departamento de Nutrição e Saúde da UFV. Além desses benefícios, registrou-se nos animais tratados menor acúmulo e maior quebra de gordura corporal, e ainda menor inflamação e estresse oxidativo no fígado e no plasma sanguíneo. O objetivo desse estudo foi verificar o efeito da farinha de sorgo BRS 305 no tratamento das alterações metabólicas ocasionadas por uma dieta rica em gordura e frutose em ratos Wistar.


Segundo Martino, o estudo mostra que o sorgo pode ser um alimento em potencial para contribuir na reversão dos prejuízos ao organismo ocasionados pela dieta rica em gordura saturada e frutose, característica da dieta ocidental observada nos dias atuais.


A pesquisadora Valéria Queiroz, da Embrapa Milho e Sorgo, ressalta que esses resultados estão associados à alta concentração de taninos e amido resistente, ao perfil de compostos fenólicos e à elevada capacidade antioxidante presentes nesse híbrido de sorgo.



Farinha de sorgo. / Foto: Embrapa
Farinha de sorgo. | Foto: Embrapa

Os benefícios da farinha de sorgo

“A melhora no metabolismo de glicose, associada à redução da inflamação, do estresse oxidativo e do excesso de gordura corporal, promovida pelo consumo do sorgo, é vital para a redução do risco de desenvolvimento de doenças crônicas, como a diabetes mellitus, o câncer, doenças cardiovasculares, entre outras. Portanto, o sorgo, como um alimento de baixo custo e excelente composição nutricional, pode contribuir diretamente para a saúde e a qualidade de vida da população”, conclui Hércia Martino, pesquisadora da Embrapa.


Pensando em investir em máquinas agrícolas para a próxima safra ou animais para a sua fazenda? Confira agora mesmo as opções disponíveis no Agrobid Marketplace!



1/78