• Agrobid

Filho de pecuarista faz esculturas de animais com sucata

Simples “hobby” do jovem mecânico se transformou em trabalho, gerando renda após acidente de moto
Foto de Diego Teodoro na mecânica, via Instagram @diego.teodoro.5209
Foto via Instagram @diego.teodoro.5209

No mundo, há diversos artistas e escultores que utilizam materiais que vão muito além do gesso e do mármore. Em São José dos Campos, interior paulista, um artista foi ousado em escolher um material não muito convencional para suas obras: peças automotivas!

Arte sustentável - O mecânico e escultor Diego Teodoro investiu toda a sua criatividade em um modelo sustentável, do qual se orgulha muito. “Eu não compro as peças, elas são recuperadas. É matéria prima total. Poucas pessoas fazem isso", disse.


Foto de escultura de cavalo, via Instagram @diego.teodoro.5209
Foto via Instagram @diego.teodoro.5209

Diego começou a criar as suas primeiras esculturas quando comprou uma máquina de soldar e foi aprender a manusear o aparelho. "Eu aprendi a soldar, juntei uma pontinha da peça na outra e foi saindo um carrinho, um soldadinho e um canhão", disse.


Superação - A carreira profissional de Diego não foi pré-determinada por um sonho juvenil ou por uma influência na infância. Em 2012, o mecânico sofreu um acidente de motocross em Minas Gerais. O acidente deixou danos severos à perna de Diego, o que o impossibilitou de trabalhar por causa do esforço físico. "A minha perna estava estourada", lembra. Diego diminuiu a sua jornada de trabalho na oficina e viu as esculturas como uma forma de aumentar a renda temporariamente.


Foto de peça de cavalo, via Instagram @diego.teodoro.5209
Foto via Instagram @diego.teodoro.5209

Raiz no agro - A maioria das esculturas são animais de fazenda. A inspiração para as peças vem de sua infância no campo, em Piedade do Rio Grande, interior de Minas Gerais. O pai de Diego era pecuarista de gado leiteiro e de corte. "Meu pai tem uma chácara. Eu trabalhava como 'cutileiro'. Mudamos nossas profissões depois que nós fomos morar na cidade", lembra.

Produção - Diego já coleciona um portfólio bem reconhecido em sua região. Há peças em que a produção demorou mais de 5 meses para serem concluídas. As peças pequenas são feitas em torno de uma semana. "Tem uma escultura, um cavalo em tamanho real, que está demorando muito". Durante a produção e os pedidos mais diversificados que chegam, o mecânico simplifica a produção das esculturas para ter o melhor resultado possível. "O cara queria que eu fizesse um galo e eu não sabia como fazer, então eu iniciei com os talheres velhos do meu pai", disse.

Agrobid Sustentável - No Superbid Marketplace é possível vender peças e máquinas não mais utilizadas e, também, adquiri-las, dando uma finalidade para materiais que poderiam ser descartados na natureza com sérios prejuízos ao meio ambiente. O Agrobid dá essa dica e a natureza agradece!


Precisando de maquinário? Confira algumas das opções disponíveis no Superbid Marketplace:





1/57