• Agrobid

Norma Gatto: o sucesso da mulher no agro

Updated: Nov 5, 2021

A trajetória de uma das mulheres mais influentes do agronegócio Brasileiro, e uma história de empreendedorismo e virada de vida a partir de uma tragédia




Em um país onde o agronegócio é dominado por homens, histórias como a de Norma Gatto, servem como inspiração para muitas mulheres que também lutam dia a dia no setor da agricultura e pecuária.


Norma, que por muitos anos foi a única mulher na agricultura no sul de Mato Grosso, hoje é uma das maiores produtoras do Brasil.


Superação - A história de Norma Gatto (60) no agronegócio não começou tão bonita assim.

Em Rondonópolis (MT), Norma viveu um dos piores momentos de sua vida. O marido, pai de seus três filhos, foi morto por um funcionário em uma disputa de trabalho.


Naquele momento, os intermináveis ​​campos de soja e milho do lado de fora da janela de Norma Gatto a deixaram em pânico. A colheita estava chegando e seu marido estava morto.


Gatto, que cresceu perto da agricultura, mas nunca plantou nada sozinha, foi deixada para criar os três filhos e administrar a fazenda por conta própria.


“Foi o pior momento da minha vida”, diz ela. “Eu tinha que ser mãe e pai, ajudar a curar a dor dos meus filhos e fazer algo que nunca havia realizado antes, o trabalho agrícola”, comentou Norma.


Duas décadas depois da tragédia, Norma Gatto é uma das agricultoras mais poderosas do Brasil, administrando uma área superior a 17 mil hectares de soja, milho, feijão, além da pecuária que também é uma das frentes do negócio do Grupo Gatto.



Oportunidade - Se você, assim como a Norma, é agricultor (a) ou pecuarista, confira as ofertas de maquinário agrícola disponíveis no Superbid Marketplace:








1/91