• Agrobid

O clima vai afetar a produtividade na safra 2022/2023?

Falta ou excesso de chuvas prejudicam a semeadura de grãos e produtor deve estar alerta

Foto: Unsplash

As chuvas já estão chegando em muitas regiões produtoras do país, possibilitando o início do plantio. Mas, todo agricultor sabe que as chuvas podem ser amigas ou inimigas na hora da semeadura, dependendo apenas da quantidade e intensidade. O ideal, é claro, é que elas venham na medida certa. O panorama das chuvas pelo Brasil e as formas corretas de iniciar o plantio, além de cuidados com as sementes, foram temas de um Papo de Agro, que contou com o meteorologista Alexandre Nascimento, da Rural Clima, e Carolina Cardoso, engenheira agrônoma e pesquisadora em ciências de sementes.


Excesso de chuvas e seus impactos no início do plantio

Segundo as previsões da Rural Clima, as chuvas já estão chegando em boa parte do país e, na região centro-sul, já há precipitações em excesso. “As chuvas estão intensas no Mato Grosso do Sul, São Paulo e Paraná nos últimos dias, por enquanto. Mas, essas precipitações podem diminuir ao longo das próximas semanas”, destaca Alexandre.


Carolina Cardoso destaca quais são os prejuízos que um solo encharcado pode gerar nas sementes plantadas. “Um solo muito argiloso gera um tipo de compactação naquela região. As sementes podem se aprofundar demais nesse solo encharcado, resultando em um menor vigor de sementes, gerando uma falha no estande de plantas. A semente foi feita para absorver água mas, em excesso, isso pode causar um dano a elas”.


La Niña deve afetar os produtores brasileiros na próxima safra?

Alexandre Nascimento lembra que o fenômeno La Niña continua ativo, mas com fraca intensidade. Ainda assim, as temperaturas mais baixas, causadas também por esse fenômeno, podem continuar atingindo os estados do Sul do país, principalmente. “No Rio Grande do Sul a chuva deve chegar no ‘conta gotas’ na metade sul do estado. No centro-sul do país, as temperaturas devem continuar mais baixas pelos próximos dias”, concluiu.


Como a falta de chuvas prejudica o plantio?

Se algumas regiões do país enfrentam excesso, outras, como a região do MATOPIBA, nordeste do país, devem demorar um pouco mais para verem os primeiros sinais de precipitação chegando por lá, segundo previsões da Rural Clima. Nesse contexto, muitos agricultores têm pressa para dar início ao plantio e acabam optando por “plantar no pó”. A engenheira agrônoma Carolina Cardoso, no entanto, enfatiza que esse método nunca é indicado ou adequado. “Plantar no pó é antecipar a semeadura, deixando a semente no solo, esperando a chuva chegar. Mas, em temperaturas acima de 35ºC, acontece um “derretimento” da semente, já que o solo aquece muito mais do que o ambiente em que vivemos. Semear no pó é armazenar suas sementes em um solo extremamente seco e hostil. O ideal é esperar mesmo a chegada das chuvas”.


“A chuva já está “batendo na porta” em muitas regiões do país, o produtor deve ter paciência. As chuvas devem se estabelecer melhor a partir da segunda quinzena de outubro, principalmente, o que é normal para essa época do ano”, completa Alexandre Nascimento.


3 dicas valiosas para manter a qualidade das sementes

Para todos os agricultores brasileiros, independentemente do que plantam ou em qual região estão, Carolina Cardoso dá dicas importantes para manter a qualidade das sementes em todas as fases do plantio. “O grande segredo é cuidar do básico. Ter uma semente de alta qualidade, que seja tratada da maneira correta, com boa uniformidade, com bom volume de calda, com um bom tratamento industrial, com bons ativos de fungicidas e inseticidas. Em segundo lugar, faça uma boa operação de semeadura, com espaçamento e profundidade adequados. Em terceiro lugar, inicie o plantio em uma condição climática e de adequados, sem muitos extremos. Sei que, neste último ponto o agricultor não tem tanto controle, mas é importante manter as sementes bem cuidadas e ter paciência para esperar a chegada das chuvas ou plantar quando as chuvas em excesso passarem”, destaca.


Pensando em investir em máquinas e implementos agrícolas? Confira as opções disponíveis no Agrobid Marketplace!



1/105