• Agrobid

Plano Safra: entenda como financiar a produção em 2022

Updated: 3 days ago

Parceria entre iniciativas pública e privada ajuda produtores a obterem o crédito rural


Agrobid Marketplace Agro - Plano Safra: entenda como financiar a produção em 2022
Plano Safra ajuda pecuaristas a desenvolver a economia | Foto: Unsplash

Com tantas opções de máquinas e tecnologias hoje disponíveis para o produtor rural, a necessidade de investir mais dinheiro nos negócios do campo vem crescendo ano após ano. As dificuldades e avanços do crédito rural, como financiar a safra e a parceria entre órgãos públicos e privados foram tema do Webinar Agrobid, que contou com a presença de Carla Mendes, editora chefe do portal Notícias Agrícolas; Rogério Boueri, subsecretário de política agrícola e negócios agroambientais do Ministério da Economia e Daniel Latorraca, fundador da startup Creditares.


Cenário para a nova safra

Para os convidados, o último Plano Safra foi bastante caro, o que torna o cenário atual para a safra 2022/2023 bastante incerto quanto à quantidade de dinheiro disponível. Para Carla Mendes, há um acúmulo de preocupações para os agricultores por causa de problemas nacionais e internacionais e que vêm impactando o câmbio e o mercado agrícola.


“A safra 2022/2023 terá custos bem altos e o crédito rural será muito requisitado nesse ano.”


A melhor alternativa para o produtor no momento é buscar opções de crédito com empresas privadas, já que ainda há incertezas quanto ao Plano Safra deste ano, segundo Rogério Boueri. Para ele, a boa notícia é que as opções de financiamento agrícola no Brasil melhoraram muito graças às parcerias entre órgãos públicos e privados.


“A estratégia do governo é fortalecer as iniciativas privadas e concentrar os mecanismos de financiamento do governo para a agricultura familiar.”


Perfil do produtor

Para Daniel Latorraca, a grande diferença entre essas iniciativas hoje é que na pública, o que define a taxa de juros do financiamento é a linha de crédito disponível, já a privada avalia o perfil do produtor, um fator que ajuda a avançar na hora de liberar o dinheiro. A Creditares atua como uma “ponte” entre produtor e o banco.


“Por isso é importante o produtor estar regularizado financeiramente para obter esses créditos com mais facilidade.”


Ainda segundo Daniel, todas as empresas que fazem financiamento agrícola avaliam o comportamento do produtor em várias dimensões, como a financeira, o nível de experiência nas atividades e se todas elas estão regularizadas.


“É com base nessas informações que os bancos dão notas aos produtores. A partir dessas notas é que ele terá opções com maior ou menor taxa de juros do crédito agrícola.”


Apesar das incertezas, é importante que o produtor rural saiba que o financiamento rural promove o desenvolvimento do campo e que ele tem cartas na manga, como a própria Creditares e outras empresas, que facilitam e conectam o agricultor aos bancos.


Produtor! Você já conferiu os animais e máquinas disponíveis aqui no Agrobid? Acesse o nosso Marketplace e compre o melhor gado e maquinário disponíveis no mercado.



1/64