• Agrobid

Registro de animais de raça cresce 13%

Segundo ANC, dados confirmam a expansão da pecuária no país em 2021

Animais da raça Charolês. (Foto: ANC)
Animais da raça Charolês. (Foto: ANC)

A Associação Nacional de Criadores Herd-Book Collares (ANC) é a entidade mais antiga a oferecer o serviço de registro de animais de raça do país. A idealização do serviço de registros genealógicos surgiu em 1904 e ganhou força no Brasil em 1915, após ter reconhecimento do Ministério da Agricultura. Desde 1921, a ANC é responsável pela coleta, estruturação e manutenção dos dados do Arquivo Zootécnico Nacional, de várias raças bovinas de origem europeia e seus cruzamentos. A organização dos criadores ajudou no desenvolvimento de grandes raças bovinas para exploração.


Com 100 anos na ativa, a associação reinaugurou sua sede na cidade de Pelotas, no Rio Grande do Sul, após passar por uma restauração. O casarão, construído entre o fim do século XIX e início do século XX, guarda documentos raros que retratam a história da pecuária brasileira, como o primeiro Herd-Book do Brasil, o primeiro livro de registro de animais de raça do país.


O crescimento da pecuária bovina no país pode ser observado após a divulgação dos dados da ANC. Só no ano de 2021 foram 72.667 animais cadastrados, sendo de 33 raças bovinas e três equinas em 16 estados brasileiros. Esse aumento foi de 13% no registro de animais. Ainda segundo a ANC, a tendência é ampliar o número de raças participantes da base de dados da associação.


Produtor(a) rural, já conhece o Agrobid Marketplace? Acesse: agrobid.superbid.net e confira as ofertas de maquinário agrícola, implementos e animais disponíveis.




1/91